Pular para o conteúdo Pular para a barra lateral esquerda Vá para o rodapé

Dia: 6 de fevereiro de 2020

Emenda de fundamental importância é vetada pelo prefeito

Sempre prontos para atender a população, eles permanecem em alerta 24h e enfrentam ocorrências todos os dias. Esta é a equipe de voluntários Anjos da Chapada, que atua a mais de três anos salvando vidas e prestando socorro a população em diferentes situações.

Desde a criação da associação no final do ano de 2015, a equipe é mantida através de doações, não possui nenhum convênio direto com o Estado ou prefeitura. No entanto, a demanda de atendimentos só tem aumentado e as doações não estão sendo suficientes.

Atento a isso, o presidente da Câmara Municipal de Seabra, o vereador Marcos Pires, acrescentou uma Emenda Modificativa de número 012/2019 ao projeto de Lei Orçamentária Anual de número 14/2019, de 30 de outubro de 2019. A emenda foi aprovada por todos os vereadores e vetada pelo prefeito.

O veto da prefeitura sobre a Emenda Modificativa referente a “Implantação de Instituição de Utilidade Pública e Manutenção da Associação Anjos da Chapada”, fez com que os Anjos da Chapada parassem os serviços a partir desta quinta-feira (06).

De acordo com Cezar Maciel, coordenador da equipe voluntária, cerca de oito ocorrências são atendidas por dia. A aprovação do projeto daria melhores condições de trabalho à equipe.

Com a paralisação dos serviços por tempo indeterminado, toda a população perde. Seabra não tem bases próximas do Samu ou Corpo de Bombeiros.

É necessário Incentivar o serviço voluntário dos Anjos da Chapada para que continuem na missão de salvar vidas. Em muitos casos, a equipe é a primeira a prestar socorro a vítimas de acidentes rodoviários. A exemplo do acidente que ocorreu no dia 18 de janeiro deste ano na BR- 242, envolvendo uma carreta e uma moto. O acidente deixou três mortos e um ferido.